Quem é Uwe Schmidt, ou ATOM™

 

MULTI_02_BLOG

Uwe Schmidt, ou melhor, Atom ™ é um compositor, músico e produtor musical alemão de música eletrônica. Considerado por muitos como o pai dos gêneros electrolatino, electrogospel e aciton (ácido-reggaeton), Uwe também é conhecido como Atom Heart ou Señor Coconut.

Atom ™ começou a fazer música no início dos anos 1980, primeiro como baterista, e passou então a atuar como programador de computador depois de ter ouvido um cilindro Linn no rádio. Em 1986 ele co-fundou o selo “NG Medien”, de música eletrônica.

Uwe Schmidt fez o primeiro show ao vivo como “Lassigue Bendthaus” como ato de abertura para o grupo britânico “Meat Beat Manifesto” em Frankfurt “Batschkapp” no ano de 1989.

Ainda vivendo em Frankfurt, Uwe Schmidt foi diretamente influenciado pelo movimento emergente “pré-techno” do final dos anos 1980, conhecido como house e acid house. Sob o selo “Amoureuse Parade”, lançou alguns hits de pista de dança sob o pseudônimo de “Atom Heart” que ele adotou como seu principal nome artístico a partir de então.

Em 1992 foi responsável pela produção de uma série de faixas para os até então desconhecidos DJs Pascal FEOS, Ata e Heiko M / S / S (Ongaku). Uwe produziu e co-escreveu títulos como “Ongaku” e “Cosmic Love”, que se tornaram protótipos de sucesso para o insurgente movimento “Trance”.

Devido a falta de pagamentos por parte de alguns selos e aliado à falta de um estúdio de gravação e de contratos, Schmidt decidiu passar alguns meses fora da Alemanha e viveu durante meio ano em Costa Rica (final de 1992 até o início de 1993). De volta para casa, em Frankfurt, o seu interesse pela música latina começou a crescer e, o que viriar a criar a persona de “Señor Coconut”.

Schmidt primeiro viria a se apresentar em apenas um nome: “Atom ™.” Apesar de um monte de viagens e eventos, como Love Parade em 1994, e o Sonar de Barcelona ​​em 1994, Uwe percebeu o momento de estagnação em seu entorno na Europa. O músico então começou a preparar para sua saída do velho continente em direção a Santiago, no Chile.

No ano de 1996 finalmente surge “Señor Coconut“, nova proposta de Uwe Schmidt.

Coconut_52x40

Depois de algumas tentativas frustradas durante 1993-1995, ainda vivendo em Frankfurt, ele gravou 8 faixas no estilo “Electrolatino”. Adotou então o nome de “Señor Coconut”, cujo logo era sobreposto à textura de um côco, para esse o que viria a ser a capa do primeiro álbum.

Apesar de Schmidt tentar completar o álbum em Frankfurt, acabou decidindo mudar-se para o Chile no mesmo ano. Uwe continuou lançando um álbum por mês em seu selo, porém, devido às dificuldades de adaptação no país, decidiu reduzir sua produção.

Durante o processo de produção de “Pop Artificielle”, surgiu a idéia de regravar os pioneiros da música eletrônica “Kraftwerk” em um estilo ainda inexplorado e como uma produção diferente. Uwe Schmidt começou a produzir um par de versões covers do grupo no tradicional “cha cha cha”, estilo este que decidiu seguir no segundo álbum.

senor-coconutAlém de suas próprias produções e várias colaborações, ele foi chamado para remixar artistas como Depeche Mode, Martin L. Gore, Air, Cesaria Evora, Juan Garcia Esquivel, Sktech Show, Towa Tei, Moreno Veloso, Merzbow, entre outros.

Uma faixa exclusiva intitulada “Carro Branco” foi produzida e lançada no filme anime japonês “Appleseed”.

Ainda assim, Uwe Schmidt passou a maior parte do tempo em turnê com o seu “Señor Coconut”, agora acrescido de uma orquestra completa com 9 músicos.

O  álbum “Yellow Fever” foi lançado em 2006, com versões covers do grupo japonês “Yellow Magic Orchestra” e tornou-se um sucesso no Japão.

Entre participações, estavam os próprios membros do “YMO” (Haruomi Hosono, Ryuichi Sakamoto e Yukihiro Takahashi) e uma grande quantidade de músicos convidados, como “Mouse on Mars”, “Akufen”, Jorge Gonzalez e outros.

Atom™ traz para o Festival Multiplicidade sua nova performance chamada simplesmente HD. Essa projeto traz um som menos latino, com influências que dialogam seus parceiros do label Raster Noton, como Alva Noto e Byetone.

Para conhecer mais a fundo o trabalho do Atom™, vale dar um pulo no Soundcloud do artista e no seu site oficial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>