INSTALAÇÃO _ Franklin Cassaro – OCAOCA

cassaro

A instalação OCAOCA de Franklin Cassaro foi criada e exposta a primeira vez em 2001 no MAM-RJ.

Mais de 10 anos depois de criada, esse grande inflável de jornal e fita durex chamado OCAOCA será aberto pela terceira vez. Criado a partir de apenas jornais e fita, esse casulo adquire a função de quase uma máquina do tempo, com notícias por todos os lados que remetem à sua época de criação.

Sua dimensão é de aproximadamente 10 x 15 metros e necessita apenas de um ventilador caseiro para mantê-lo inflado. Depois de atingir sua forma final, até 30 pessoas podem visitar seu interior simultaneamente.

OCAOCA foi aberta em 2011 pela segunda vez no projeto Happenings, também de curadoria de Batman Zavareze.

=============================================================

INSTALAÇÃO _OCAOCA
Franklin Cassaro

Dia 8 de Dezembro

Horário: 15h00 às 18h00

Local: Terraço
Lotação: 50 pessoas
Somente para maiores de 18 anos

PAINEL _ Rio Occupation London + Lançamento do Livro + Mostra de Vídeos + Instalação Heleno Bernardi

ROL

O segundo painel do sábado, dia 7, é sobre o Rio Occupation London, projeto em que 30 artistas estiveram ao longo das Olimpíadas de Londres 2012 convivendo no mesmo ambiente e criando em conjunto.

Durante esse período de 30 dias, 30 artistas  brasileiros que estiveram em Londres trabalhando em colaboração com artistas e instituições culturais britânicas durante o período das Olimpíadas de 2012.

Performances, poesia, música, teatro, cinema, fotografia, além de reflexões por quem vivenciou esta experiência, farão parte deste painel. Este projeto dinamizou o dialogo entre os artistas de duas cidades olímpicas e deixou um legado forte para o Rio de Janeiro em 2016.

Os idealizadores do ROL, a Secretária de Cultura Adriana Rattes, os diretores gerais Gringo Cardia e Cristiane Jathay, os curadores Nayse Lopez, Batman Zavareze, Cesar Augusto, Pedro Seiller e Marcio Botner, os patrocinadores e os 30 artistas participantes estarão celebrando a conclusão desta experiência, agora replicada no Brasil com a vinda de artistas britânicos dentro do Festival Multiplicidade.

Performance, poesia, música, teatro, cinema e fotografia, além de reflexões por quem vivenciou esta experiência, farão parte deste painel. O Rio Occupation London dinamizou o dialogo entre os artistas de duas cidades olímpicas e deixou um legado forte para o Rio de Janeiro em 2016.

Junto com esse evento será lançado o livro Rio Occupation London, com toda a residência dos artistas documentada em fotos e textos.

Após o painel, serão exibidos continuamente os vídeos gerados a partir da residencia em Londres dos artistas, por Domenico Lancellotti, Felipe Rocha, Christiane Jatahy, Paulo Camacho e Anna Azevedo.

Junto com o painel, o trabalho do artista plástico Heleno Bernardi chamado “Enquanto Falo, as Horas Passam”estará disponível para uso do público.

===========================================

Sábado, dia 7 de Dezembro

[17:00h] PAINEL_COLABORAÇÃO ARTÍSTICA
ROL – Rio Occupation London + Lançamento do livro Rio Occupation London
Local: Salão Nobre
Lotação: 100 pessoasPainel realizado em parceria com a Secretaria de Estado de CulturaPeople’s Palace Projects do Brasil e o British Council

[20:00 - 21:00h] MOSTRA DE VÍDEOS 

Obra: Vídeos do Rio Occupation London (Domenico Lancelloti/ Felipe Rocha/ Christiane Jathay/ Paulo Camacho)
Horário: 20h00 às 01h30

INSTALAÇÃO 
Heleno Bernardi – BR (rj)
Obra: “Enquanto Falo, As Horas Passam”

 

INSTALAÇÃO _ Árvores Sonoras

bartolo

Metade do duo Duplexx, Batolo ocupa a trilha da capelinha com sua instalação Árvores Sonoras.

A instalação Árvores Sonoras necessita de um lugar natural para sua execução. É um projeto de simbiose sonora e visual entre um espaço florestal (parte natural) e emissores de som mecânico (parte artificial).

As árvores são equipadas de maneira inofensiva com pequenos alto-falantes formando um conjunto de esculturas sonoras vivas. Os sons dos insetos, aves, água, enfim, diversos elementos naturais cujo audio foi registrado pelo artisto. Essa compilação será ouvida simultaneamente com os sons emitidos pelos aparelhos eletrônicos, sem que estes se imponham ao som natural.

Ao contrário, a idéia é criar um equilíbrio entre o plano tátil/visual (árvores e altofalantes) e sonoro, não palpável (sons naturais e sons emitidos por altofalantes).

===========================================

Árvores Sonoras
Artista: Bartolo – BR (rj)


Sábado e Domingo, dias 7 e 8 de Dezembro
Horário: 10h00 às 22h00

Local: trilha da Capelinha

Lotação: circulação normal do Parque Lage

Workshop Circuit Bending com Barry Cullen (GB) e Cristiano Rosa (BR.rs)

workshop

 Em momento inédito do Festival Multiplicidade, o EAV Paque lage recebe uma oficina de Circuit Bending e Arte Sonora ministrada pela dupla Barry Cullen (GB) e Cristiano Rosa (Pan&Tone – BR).

O foco da oficina é na atividade prática de reciclagem criativa de eletrônicos descartados e a construção de instrumentos eletrônicos audiovisuais utilizando a técnica de “Circuit Bending”. O resultado do workshop será exposto e utilizado na 1ª performance do dia seguinte, ao redor do casarão (Rua 2) sob o comando do artista Arto Lindsay.

Venha aprender a construir seus próprios instrumentos modificando circuitos eletrônicos existentes em diversos aparelhos baratos, brinquedos ou materiais reciclados.

Utilizando metodologia projetual simples e objetiva, os músicos ensinarão técnicas de produção de instrumentos e projetos eletrônicos sonoros utilizando uma diversidade de materiais, tais como, rádios, toca-fitas, pedais de guitarra, osciladores, geradores de pulso, geradores de ruído, filtros, mixers, pré-amplificadores, mini amplificadores, efeitos de distorção entre outros.

> Cristiano Rosa é Pan&tone.

Trabalha com música experimental desde 1989, quando utilizava colagens com fita cassete amassadas, microfonias e percussão em sucata. A partir 2006 iniciou sua pesquisa, deselvolvendo uma série de instrumentos
audio-visuais baseados na técnica de Circuit Bending. Realiza constantemente oficinas promovendo a técnica e incentivando a criação de grupos locais.

http://panetone.net

> Barry Cullen é BEW / dodgy stereo.

Seu trabalho é feito pela mistura de sons e imagens analógicas com tecnologia doméstica com sons de estúdio digitais modernos e gráficos, tentando encontrar um equilíbrio entre a criação de algo novo e sua interação com algo reciclado.

http://dodgystereo.com/

=============================================================

WORKSHOP_CIRCUIT BENDING E ARTE SONORA
Com Barry Cullen – IRL + Cristiano Rosa – BR (rs)

Sexta-feira, dia 6 de Dezembro
Horário: 10h00 às 17h00
Local: Sala de desenho

Lotação: 20 pessoas inscritas previamente através do email info@multiplicidade.com
Workshop realizado em parceria com o British Council

Encerramento com Dudu Dub

lumi04

DJ, produtor, colecionador e pesquisador de disco de vinil, além de criador de identidade musical e trilhas sonoras diversas marcas de moda, Dudu Dub trabalha em clubs e festas desde final dos anos 80.

Tocou em diversos locais do Rio de Janeiro como o Kitshnete (pós-Crepusculo de Cubatão), 00, Rock In Rio 2001, Fundição  Progresso,THC, Minimal Sessions/Les Artistes, Melt, Dama de Ferro, entre diversos outros locais do Rio de Janeiro que ditavam tendência musicais.

Dudu possui uma carreia que se entrelaça com a indústria da moda, grande parte dela dedicada aos grandes desfiles.

Desde 98, começando na Semana Leslie de Moda, faz trilhas para desfiles de marcas como Mara Mac (2005, 2008, 2009, 2010) e Maria Bonita Extra (2012) no Fashion Rio e Maria Bonita no SPFW (de 2006 até 2012).

Em 2008 foi convidado pelo diretor criativo da marca francesa Paule Ka para selecionar a nova música brasileira através de artistas como Cibele, Bebel Gilberto, Bossacucanova, Bid, Funk Come Le Gusta, dentre outros.

Atualmente vem pesquisando novas sonoridades para seus sets de House e Deep Techno.

Segundo Dudu, “o que me move depois de todo esse anos tocando e buscando novos artistas e sonoridades, com essa ferramenta (Soundcloud) posso escutar desde demos obscuras da Finlândia até  o ultimo lançamento de um selo inglês – meu sets nunca mais serão os mesmos!

Explorando novos caminhos para a noite carioca, fez festas com o coletivo LINK que mistura video projeção, arte e música, e discotecagem no lugar do momento no Rio, a Comuna, misto de lounge e galeria de arte.

Lumisokea – Selva

lumi01

O Lumisokea é uma dupla belga-italiana formada por Koenraad Ecker e Andrea Taeggi. Sua música aposta em texturas incrivelmente físicas e ricas, usando tanto instrumentos acústicos (violoncelo, piano preparado), bem como hardware analógico para criar uma experiência de sombria e introspectiva.

Suas influências vão desde o dub ao noise, passando pela bassmusic, techno, musique concréte e música clássica contemporânea, focando em certos elementos-chave para induzir estados de transe através de frequências, mover corpos pelas batidas cadenciadas e enfatizar as qualidades táteis do som por diversas texturas sonoras sobrepostas em camadas.

Para fortalecer o impacto do espetáculo Selva junto ao público, o Lumisokea trabalhou junto com o artista Yannick Jacquet ( conhecido como Legoman) para criar uma atmosfera visual . Legoman é um respeitado vídeo-artista, conhecido também como um dos fundadores do AntiVJ.

O visual e cenografia projetados por Jacquet Yannick para Lumisokea são baseados em uma idéia simples, mas altamente eficazm de projetar lentamente vigas geométricas, abstratas de luz em um campo de sala escura cheia de fumaça em direção ao público, gerando um como verdadeiras barras flutuantes.

Ao contrário da maioria dos recursos visuais utilizados em diversas apresentações musicais, essas formas em movimento para não tentar adicionar um certo significado concreto ou imaginário  à musica de Lumisokea.

Na realidade, elas funcionam como um ponto focal hipnótico e uma maneira de libertar o público dos limites do espaço físico, através desse uso das qualidades táteis e ilusória de luz projetadas em fumaça.

Lumisokea tem dois álbuns lançados pelo seto Eat Concret: Automatons (2011) e Selva (2012). Dois novos lançamentos estão programados para o Outono de 2013.

Dia 27 de Novembro – Lumisokea – Selva

 

dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031