Futuros possíveis

Texto publicado por Ivana Bentes, logo após sua participação no Painel Memórias Futuras @ Festival Multiplicidade 2025:

“Futuros possíveis. Parque Lage é um lugar mágico e neste sábado chuvoso e nublado estava ainda mais misterioso e vibrante lotado de pessoas inquietas. Participei do Painel Memórias Futuras uma roda incrivel de antevisões dos futuros a convite da Paola Barreto e do Bat Zavareze. O futuro é uma ideia “antiga” e quase sempre é datado, pois nunca estaremos nele, porque é sempre uma construção do presente urgente. Com essa provocação sobre futuros possiveis a roda de conversa passou por temas e experiências surpreendentes. O que há de futuros em curso no presente? Como hoje o ancestrofuturismo e as cosmovisões indigenas e ancentralidades são inspiradoras de futuros. Como a América Latina continua como um lab de mundos. As “vitalidades catastróficas” (termo do Fausto Fawcett) nos ajudam a pensar os futuros, as possibilidades de ressureição, os instantes e presentes eternos, as temporalidades inventadas pelos povos para fugir da ditadura do presente e as ideias e projeções de futuros usados para nos imobilizar (em nome do futuro se tem hoje discursos conservadores, de preservação do status quo). Outros futuros mais provocadores como os da ficções especulativas de Donna Haraway e os exterminadores de futuros que moldam e reduzem as cidades a seu fim mercadológico, privatizando, monitorando, expulsando os pobres e os cosmopolitanos das ruas e do espaço público. A conversa teve performance, leitura, falas inspiradoras e bem que merecia um registro para os futuros. Neste domingo é o último dia do ‪#‎FestivalMultiplicidade e da exposição ‘Quarta-Feira de Cinzas”, curadoria da Luisa Duarte no lindo Parque Lage.”

CLAP_PMM

Parque Lage: história e arte com vista para o verde

Além de ser um belo lugar para tomar aquele café da manhã no fim de semana e sediar a EAV, o Parque Lage guarda muitas histórias. Como ele já foi e será o palco do nosso Festival, resolvemos relembrar algumas delas por aqui.

515320866_074a074893_o

Antiga propriedade da família Lage, o palacete foi cenário de festas históricas na década de 40. Tempos depois já pintou em filme do Glauber Rocha e mais recentemente em clipes como do Snoop Dogg. Pelos corredores de arquitetura clássica, muito audiovisual!

3404553897_f7c6299d2b_o

Maria Juçá, autora do livro “Circo Voador – A Nave” nos ajuda a relembrar tantos momentos importantes e de vanguarda como a Exposição “Como Vai Você Geração 80” com curadoria de Marcus Lontra, Paulo Roberto Legal e Sandra Magger e os shows inesquecíveis de artistas como Caetano Veloso, Ney Matogrosso e Raul Seixas.

Sem falar na Escola de Artes Visuais que desde 1975 forma novos artistas, curadores, pesquisadores e mantém a cena artística em constante efervescência.

3735458996_94c8975988_o

Não por acaso, voltaremos para o Parque Lage e encerraremos mais uma edição. Em novembro, os nossos efeitos visuais ocuparão os mais de 50 hectares de muito verde com perfomances de artistas brasileiros, espanhóis, ingeles, americanos e dinamarqueses.

Festival Multiplicidade na Escola de Artes Visuais do Parque Lage – Informações Gerais

Foram muitos emails recebidos nos últimos dias a respeito da lotação e sobre como participar das atividades do Festival Multiplicidade na Escola de Artes Visuais do Parque Lage e, para melhor esclarecer, fizemos um resumo sobre todos os serviços das atrações.

Todas as atrações audiovisuais serão abertas gratuitamente ao público, sujeitas a lotação e sem distribuição de senha.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Somente o Workshop de Circuit Bending (20 vagas com lotação já esgotada) e o Painel Festivais Internacionais de Vanguarda (90 vagas) precisam de confirmação prévia.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

As demais atividades no Salão Nobre (Painel Rio Occupation London, Taksi + Gary Stewart, Mostra de vídeo ROL e a instalação de Heleno Bernardi) tem capacidade para 100 pessoas.

A performance de Arto Lindsay + Barry Cullen + Cristiano Rosa e a performance/instalação Onion Skin de Oliver Ratsi (ANTIVJ) têm lotação de 300 pessoas cada uma.

O Picnic de domingo recebe até 100 pessoas, enquanto que a instalação OCAOCA de Franklin Cassaro comporta até 30 pessoas simultaneamente.

A instalação Through The Looking Glass, de Joan Fontuberta, comporta 50 pessoas por vez no terraço.

As instalações de Árvores Sonoras e Sons da Cidade são de circulação livre.

Os dois dias de DJ Set Live (sábado e domingo) terão como lotação 400 pessoas no pátio da EAV Parque Lage.

Lembrando que todas as atrações com lotação prévia respeitarão a ordem de chegada do público, sem senhas e de acordo com a lotação descrita.

Para garantir segurança e conforto, teremos monitores e seguranças treinados para ajudar e tirar dúvidas.

————————–————————–———-
>>> DIA 6 – SEXTA-FEIRA
————————–————————–———-
[10:00 - 17:00h] WORKSHOP_CIRCUIT BENDING
Com Barry Cullen – GB + Cristiano Rosa – BR (rs)
Local: Sala de desenho
Lotação: 20 pessoas inscritas previamente – LOTAÇÃO ESGOTADA
Workshop realizado em parceria com o British Council

————————–————————–———-
>>> DIA 7 – SÁBADO
————————–————————–———-

[10:00 -22:00h] INSTALAÇÃO SONORA – ‘CHAMADA AO TRABALHO’
Artistas: Pedro Rebelo, Matilde Meireles, Ricardo Dias, Rui Chaves e Aonghus McEvoy – GB/ PORT

Local: Entrada do Casarão
Lotação: circulação normal do EAV Parque Lage
Instalação realizada em parceria com o British Council

[10:00 -22:00h] INSTALAÇÃO SONORA – ‘ÁRVORES SONORAS’
Artista: Bartolo – BR (rj)

Horário: 10h00 às 22h00
Local: trilha da Capelinha (exterior)
Lotação: circulação normal do EAV Parque Lage

————————–————————–———-

[14:00h] PAINEL FESTIVAIS INTERNACIONAIS DE VANGUARDA 
Local: Auditório
Lotação: 90 pessoas inscritas previamente pelo email info@multiplicidade.com
Será disponível equipamentos de tradução simultânea

Painel realizado em parceria com o British Council

Palestrantes:
• Sonica Festival – Cathie Boyd (Glasgow/ Escócia)
• Sonorities Festival / SARC – Pedro Rebelo (Belfast/ Irlanda do Norte)

Mediação: Luis Marcelo Mendes (Fundação Roberto Marinho)

Colaboração e reflexão: Batman Zavareze (Festival Multiplicidade), Grupo dos Festivais Internacionais do Rio de Janeiro e Marcos Guzman (Green Sunset /SP)

————————–————————–———-

[17:00h] PAINEL_COLABORAÇÃO ARTÍSTICA RIO OCCUPATION LONDON 2012
ROL – Rio Occupation London + Lançamento do livro
Local: Salão Nobre
Lotação: 100 pessoas
Painel realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura, People’s Palace Projects do Brasil e o British Council

[20:00 - 21:00h] MOSTRA DE VÍDEOS RIO OCCUPATION LONDON 2012 
Obra: Vídeos do Rio Occupation London (Domenico Lancelloti/ Felipe Rocha/ Christiane Jathay/ Paulo Camacho)
Horário: 20h00 às 01h30

INSTALAÇÃO _ HELENO BERNARDI
Heleno Bernardi – BR (rj)
Obra: “Enquanto Falo, As Horas Passam”

————————–————————–———-

[19:00h] PERFORMANCE SONORA
Arto Lindsay – EUA + Barry Cullen – GB + Cristiano Rosa – BR (rs)
Local: RUA 2 (exterior)
Lotação: aberta

————————–————————–———-

[20:00 - 22:00h] INSTALAÇÃO – THROUGH THE LOOKING GLASS
Joan Fontcuberta – ESP
Obra: Through the looking glass: cameras and mirrors
Local: Terraço
Lotação: 50 pessoas
Somente para maiores de 18 anos
Instalação realizada em parceria com o Festival Screen – ESP

————————–————————–———-

[21:00h] PERFORMANCE + INSTALAÇÃO _ ONION SKIN
Onion Skin, Olivier Ratsi
ANTIVJ – FR
Horário: Performance às 21h00
Horário: Instalação das 21h30 às 23h00
Local: Platô (exterior)
Lotação: aberta

————————–————————–———-

[21:30 - 01:30] DJ SET
Diogo Reis (MOO) – RJ (rj) – 21h30 – 23h30
Jonas Rocha – RJ – (rj) – 23h30 – 01h30

Local: Auditório/ piscina
Lotação: 400 pessoas

————————–————————–———-
>>> DIA 8 – DOMINGO
————————–————————–———-

[10:00 -22:00h] INSTALAÇÃO SONORA – ‘CHAMADA AO TRABALHO’
Com Pedro Rebelo, Matilde Meireles, Ricardo Dias, Rui Chaves e Aonghus McEvoy – GB/ PORT

Local: Entrada do Casarão
Lotação: circulação normal do EAV Parque Lage
Instalação realizada em parceria com o British Council

[10:00 -22:00h] INSTALAÇÃO SONORA – ‘ÁRVORES SONORAS’
Artista: Bartolo – BR (rj)

Horário: 10h00 às 22h00
Local: trilha da Capelinha (exterior)
Lotação: circulação normal do EAV Parque Lage

————————–————————–———-

[12:00 - 19:00h] PERFORMANCE + PICNIC
12h00 às 14h00 – Bmind – BR (sp)
14h00 às 15h00 – Opala – BR (rj)
15h00 às 17h00 – Nuvem – BR (rj)
17h00 às 19h00 – El Timbe – ESP
Local: Bosque (exterior)

————————–————————–———-

[15:00 - 18:00h] INSTALAÇÃO
Franklin Cassaro – BR (rj)
Obra: OCAOCA
Local: Rua 2 (exterior)

————————–————————–———-

[20:00 - 22:00h] INSTALAÇÃO – THROUGH THE LOOKING GLASS
Joan Fontcuberta – ESP
Obra: Through the looking glass: cameras and mirrors
Local: Terraço
Lotação: 50 pessoas
Somente para maiores de 18 anos
Instalação realizada em parceria com o Festival Screen – ESP

————————–————————–———-

[21:00h] PERFORMANCE + INSTALAÇÃO _ ONION SKIN
Onion Skin, Olivier Ratsi
ANTIVJ – FR
Horário: Performance às 21h00
Horário: Instalação das 21h30 às 23h00
Local: Platô (exterior)

————————–————————–———-

[20:30h] PERFORMANCE – Taksi (BR) + Gary Stewart (GB)
Local: Salão Nobre
Horário: 20h30 às 21h30
Lotação: 100 pessoas
Performance realizada em parceria com o British Council

INSTALAÇÃO 
Heleno Bernardi – BR (rj)
Obra: Enquanto Falo, As Horas Passam

————————–————————–———-

[19:30 - 21:30h] DJ SET 
Piscina/ auditório
Lotação: 400 pessoas

19h30 – 21h30 DJ – TATE COLLECTIVE – GB
DJ SET realizado em parceria com o British Council

21h30 – 22h30 / Wladimir Gasper – BR (rj)
ENCERRAMENTO DA OCUPAÇÃO PARQUE LAGE

————————–————————–———-

>>> Serviço:

EAV PARQUE LAGE
Rua Jardim Botânico, 414
+ 55 21 21 3257.1800
eav@eav.rj.gov.br
eavparquelage.rj.gov.br

ENTRADA GRATUITA – SUJEITA A LOTAÇÃO
Dê preferência ao transporte público.
O estacionamento no local é limitado e não é gratuito.

>>>

FESTIVAL MULTIPLICIDADE 2013 _ Ano 09
www.multiplicidade.com
info@multiplicidade.com

facebook.com/multiplicidade
twitter.com/multiplicidade_
multiplicidade.com/blog/
youtube.com/multiplicidade

INSTALAÇÃO _ Franklin Cassaro – OCAOCA

cassaro

A instalação OCAOCA de Franklin Cassaro foi criada e exposta a primeira vez em 2001 no MAM-RJ.

Mais de 10 anos depois de criada, esse grande inflável de jornal e fita durex chamado OCAOCA será aberto pela terceira vez. Criado a partir de apenas jornais e fita, esse casulo adquire a função de quase uma máquina do tempo, com notícias por todos os lados que remetem à sua época de criação.

Sua dimensão é de aproximadamente 10 x 15 metros e necessita apenas de um ventilador caseiro para mantê-lo inflado. Depois de atingir sua forma final, até 30 pessoas podem visitar seu interior simultaneamente.

OCAOCA foi aberta em 2011 pela segunda vez no projeto Happenings, também de curadoria de Batman Zavareze.

=============================================================

INSTALAÇÃO _OCAOCA
Franklin Cassaro

Dia 8 de Dezembro

Horário: 15h00 às 18h00

Local: Terraço
Lotação: 50 pessoas
Somente para maiores de 18 anos

PERFORMANCE + PICNIC _ Bmind, Opala, Nuvem e El Timbre

opala

Novidade desse ano, faremos um Picnic na Escola de Artes Visuais do Parque Lage com Bmind, Opala, Nuvem e o DJ El Timbre no Bosque a partir do meio-dia para todas as idades.

A ocupação diurna no bosque ao lado do “casarão” vai atrair família, pais e filhos, amigos e todos que estejam em busca de um clima de piquenique no parque combinando com um ambiente sonoro agradável.

No maior clima Sónar Kids, a festa começa ao meio dia e termina às 19:00h.

Abrindo o dia, o Bmind começa com sua experimentação tecnológica-orgânica.

Opala é o projeto de Maria Luiza Jobim junto com Lucas de Paiva (Pessoas Que Eu Conheço). Pra escutar mais desse projeto pautado em synths e batidas eletrônicas, só visitar o soundcloud da dupla.

Nuvem é um dos coletivos mais interessantes do Rio de Janeiro hoje e que sempre apostaram na bicicleta como alida a festas itinerantes, participando inclusive do Festival Panorama.

O DJ El Timbre (ESP) encerra o Picnic com sua pesquisa nos chamados “ritmos periféricos”, como a Cumbia, o Reggaton e o Tecnobrega.

=============================================================

[12:00 - 19:00h] PERFORMANCE + PICNIC - Bmind, Opala, Nuvem e El Timbre

Domingo, 08 de Dezembro
12h00 às 14h00 – Bmind – BR (sp)

14h00 às 15h00 – Opala – BR (rj)

15h00 às 17h00 – Nuvem – BR (rj)

17h00 às 19h00 – El Timbe – ESP
Local: Bosque (exterior)

DJ SET _ Sábado 07 de Dezembro – Diogo Reis (MOO) e Jonas Rocha

DJSab

Encerrando a noite de sábado do Festival Multiplicidade, os convidados são Diogo Reis (MOO) e Jonas Rocha, trazendo o tradicional clima de festa ao evento.

A festa começa às 21:30, com Diogo, e termina às 23:30 comandada por Jonas Rocha.

=============================================================

Sábado, dia 07 de Dezembro

Diogo Reis (MOO) – RJ (rj) - 21h30 – 23h30

Jonas Rocha – RJ – (rj) - 23h30 – 01h30

Local: Auditório/ piscina
Lotação: 400 pessoas

PERFORMANCE _ Onion Skin, Olivier Ratsi [ANTIVJ/Fr]

onion

Onion Skin é uma nova instalação imersiva criada por Olivier Ratsi , um dos artistas do selo audiovisual ANTIVJ.

O projeto é composto por um anteparo físico – um módulo de duas paredes , posicionadas em ângulos retos – visualmente aumentada através uma projeção e transmissão de som 5.1.

Trata-se é um trabalho gráfico sobre a recomposição de tempo e espaço através de um jogo de perspectivas, tanto do espaço expositivo em si como na tela de projeção.

Construído em torno de uma estrutura em formato de um “L” , a peça é composta de 4 partes com duração de 14 minutos no total. Onion Skin peça brinca com o princípio da repetição e escala para criar uma experiência física e hipnótica que abre as portas para o oculto e intocável.

Toda a experiência de instalação baseia-se num ponto muito específico do observador, de onde, dependendo de sua posição, uma nova dimensão é revelada.

Após 20 minutos de performance, Onion Skin permanece como instalação.

=============================================================

PERFORMANCE + INSTALAÇÃO _ Onion Skin, Olivier Ratsi [ANTIVJ/Fr]

Dias 7 e 8 de Dezembro
Performance às 21h00h
Instalação das 21h20 às 23h00

Local: Platô
Lotação: 300 pessoas

INSTALAÇÃO _ Through the Looking Glass

juan

Joan Fontcuberta é um dos fotógrafos contemporâneos mais criativos da atualidade.

Sua obra se distingue por abordagens conceituais originais e lúdicas que particularmente exploram as convenções da fotografia. O seu trabalho tem sido exposto no Centre Pompidou (Paris) , MoMA (Nova Iorque), o Museu Hermitage (São Petersburgo) , MACBA (Barcelona) , Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia (Madrid) , National Gallery ( Londres) e La Maison Européenne de la Photographie (Paris).

Em 2013 recebeu o prestigiado Prêmio Fotografia Hasselblad.

Sua obra “Through the looking glass: cameras and mirrors” trata-se de uma projeção sobreposta de auto-retratos, através da confluência de múltiplas imagens. “Câmeras e espelhos” é uma obra que descreve um pouco o desejo exibicionista de nossa sociedade: tudo é dado a uma visão absoluta e todos nós somos guiados pelo prazer de visualização e exposição sem limites.

Segundo o artista, “A fotografia do auto-retrato e a divulgação dessas imagens através de redes sociais é parte de um jogo de sedução e dos rituais de comunicação de novas sub-culturas dos tempos atuais.”

Joan Fontcuberta considera que existem dois tipos de fotografias: decorativa, e aquelas que ” fazem pensar “.

 

=============================================================

INSTALAÇÃO _Through the Looking Glass: Cameras and Mirrors
Joan Fontcuberta – ESP

Dias 7 e 8 de Dezembro
Horário: 20h00 às 22h00

Local: Terraço
Lotação: 50 pessoas
Somente para maiores de 18 anos

Instalação realizada em parceria com o Festival Screen – ESP

PERFORMANCE SONORA _ Arto Lindsay (EUA) + Barry Cullen (GB) + Cristiano Rosa (BR)

arto

Abrindo a série de performances da ocupação da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, apresenta-se Arto Lindsay. Eleito um dos 50 músicos mais importantes da história de Nova Iorque segundo a Time Out, o músico estará reeditando uma performance exibida em 2009 no Festival Multiplicidade.

A ideia desta vez, numa escala maior, é juntá-lo aos artistas do Circuit Bending – Barry Cullen e Cristiano Rosa – que terão realizado um workshop no dia anterior e, com as  novas engenhocas produzidas, farão uma intervenção em cima do trabaho de Arto.

A ideia é criar uma espacialização sonora com diversas caixas de monitores de audio amplificados, espalhados no lado externo (RUA 1) entre o público. Uma espécie de desfile de som onde Arto estará com sua guitarra distorcida regendo os ruídos sonoros dos aparelhos criados no workshop.

Arto Lindsay (nascido em 1953) transita entre música e arte por mais de quatro décadas. Como membro do grupo DNA, contribuiu para a fundação da No Wave. Como membro dos Lounge Lizards, colaborou com John Lurie para criar música pop intensamente subversiva.

Como líder de banda para os Ambitious Lovers, desenvolveu um novo híbrido da música americana e brasileira. Ao longo de sua carreira, Lindsay tem colaborado com artistas visuais e musicais, incluindo Vito Acconci, Laurie Anderson, Animal Collective, Rodney Graham, Marc Ribot e Ryuichi Sakamoto.

Arto possuiu uma carreira longeva, cujos trabalhos se entrelaçam com artistas consagrados da MPB (como Marisa Monte) e novos contemporâneos, como o Rabotnik.

=============================================================

PERFORMANCE SONORA _ Arto Lindsay (EUA) + Barry Cullen (GB) + Cristiano Rosa (BR)

Sábado, dia 7 de Dezembro, 19h00 às 19h40

Local: RUA 2

Lotação: 300 pessoas

PAINEL _ Rio Occupation London + Lançamento do Livro + Mostra de Vídeos + Instalação Heleno Bernardi

ROL

O segundo painel do sábado, dia 7, é sobre o Rio Occupation London, projeto em que 30 artistas estiveram ao longo das Olimpíadas de Londres 2012 convivendo no mesmo ambiente e criando em conjunto.

Durante esse período de 30 dias, 30 artistas  brasileiros que estiveram em Londres trabalhando em colaboração com artistas e instituições culturais britânicas durante o período das Olimpíadas de 2012.

Performances, poesia, música, teatro, cinema, fotografia, além de reflexões por quem vivenciou esta experiência, farão parte deste painel. Este projeto dinamizou o dialogo entre os artistas de duas cidades olímpicas e deixou um legado forte para o Rio de Janeiro em 2016.

Os idealizadores do ROL, a Secretária de Cultura Adriana Rattes, os diretores gerais Gringo Cardia e Cristiane Jathay, os curadores Nayse Lopez, Batman Zavareze, Cesar Augusto, Pedro Seiller e Marcio Botner, os patrocinadores e os 30 artistas participantes estarão celebrando a conclusão desta experiência, agora replicada no Brasil com a vinda de artistas britânicos dentro do Festival Multiplicidade.

Performance, poesia, música, teatro, cinema e fotografia, além de reflexões por quem vivenciou esta experiência, farão parte deste painel. O Rio Occupation London dinamizou o dialogo entre os artistas de duas cidades olímpicas e deixou um legado forte para o Rio de Janeiro em 2016.

Junto com esse evento será lançado o livro Rio Occupation London, com toda a residência dos artistas documentada em fotos e textos.

Após o painel, serão exibidos continuamente os vídeos gerados a partir da residencia em Londres dos artistas, por Domenico Lancellotti, Felipe Rocha, Christiane Jatahy, Paulo Camacho e Anna Azevedo.

Junto com o painel, o trabalho do artista plástico Heleno Bernardi chamado “Enquanto Falo, as Horas Passam”estará disponível para uso do público.

===========================================

Sábado, dia 7 de Dezembro

[17:00h] PAINEL_COLABORAÇÃO ARTÍSTICA
ROL – Rio Occupation London + Lançamento do livro Rio Occupation London
Local: Salão Nobre
Lotação: 100 pessoasPainel realizado em parceria com a Secretaria de Estado de CulturaPeople’s Palace Projects do Brasil e o British Council

[20:00 - 21:00h] MOSTRA DE VÍDEOS 

Obra: Vídeos do Rio Occupation London (Domenico Lancelloti/ Felipe Rocha/ Christiane Jathay/ Paulo Camacho)
Horário: 20h00 às 01h30

INSTALAÇÃO 
Heleno Bernardi – BR (rj)
Obra: “Enquanto Falo, As Horas Passam”